PLATAFORMA e-SPORTI PLATAFORMA e-SPORTI e-SporTI
e-sports - 24/11/2018 às 23:38:21
SÓ O COMEÇO: CHINA INVESTE R$ 1 BILHÃO EM CIDADE DE E-SPORTS
Projeto do Governo local é investir quase R$ 8.5 bilhões em 14 instalações voltadas para esportes eletrônicos até 2022, data dos Jogos Asiáticos de Hangzhou

Por FLAVIO SALIBA_E-SPORTI
BELO HORIZONTE, MG
Projeto da cidade e-Sports (Foto: Divulgação)
A relevância da China no mercado de eSports é tamanha que o país saiu na frente de outras regiões ao inaugurar "cidade de esportes eletrônicos". O Complexo em Hangzhou, cidade no leste da China, possui 17 mil metros quadrados e custou cerca de R$ 1 bilhão (cotação atual).

O espaço que vai abrigar a LGD, equipe de League of Legends (LoL) do país, é apenas o pontapé inicial do projeto. Estão previstas a construção de um total de 13 instalações gamers até 2022, incluindo hotel temático, hospital para jogadores, centro acadêmico de eSports e até um parque de diversão.

Hangzhou será sede dos Jogos Asiáticos 2022, evento que pode dar medalhas aos pro players pela primeira vez num evento esportivo. Esse é o prazo para a conclusão do projeto que terá um investimento total de quase R$ 8.5 bilhões. A expectativa é que a iniciativa atraia 10 mil aspirantes a jogadores.

Maior mercado gamer do mundo

De acordo com a Newzoo, empresa de pesquisas de mercado nos eSports, a China tem o maior mercado de games no mundo, seguido dos Estados Unidos e Japão, respectivamente. São cerca de 620 milhões de jogadores que irão gastar até o fim do ano, aproximadamente R$ 140 bilhões.

De acordo com a Newzoo, empresa de pesquisas de mercado nos eSports, a China tem o maior mercado de games no mundo, seguido dos Estados Unidos e Japão, respectivamente. São cerca de 620 milhões de jogadores que irão gastar até o fim do ano, aproximadamente R$ 140 bilhões.

No último ano, a China foi sede do Mundial de League of Legends e no começo do mês viu o primeiro time chinês, a Invictus, erguer o trófeu no torneio, na Coreia. Além dos holofotes no LoL, a LGD, que terá a sede administrativa em Hangzhou, foi vice-campeã do The International, maior torneio de Dota 2, campeonato que trouxe cerca de R$ 15 milhões para o time.

A maior empresa de games, a Tencent, também nasceu no país asiático. A holding é dona da Epic Games (Fortnite), Riot (LoL), Supercell (Clash Royale) e Tencent (PlayerUnknown's Battleground). Além disso, uma empresa esportiva assinou um contrato de quase R$ 550 milhões para cinco anos de investimento na LPL, campeonato chinês de LoL.

Com tanta relevância no mercado de eSports, a China se põe à frente de outras regiões com a inauguração da "cidade de esportes eletrônicos" e isso é apenas o começo.


FONTE: sportv.globo.com
Download do Anexo